Sensores de fumaça acionam sistema de alarme e evitam tragédia

Um andar do prédio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, precisou ser esvaziado após um curto-circuito na tarde desta quinta-feira (28). De acordo com a assessoria da Casa, o problema aconteceu no reator de uma lâmpada no plenarinho 1.

Por causa da fumaça, o sistema de alarme de incêndio foi acionado. Depois disso, a Polícia Legislativa evacuou o andar SE, e as pessoas que trabalham no local foram liberadas.

Segundo a assessoria da Assembleia, o plenarinho 1 estava vazio no momento do incidente, que ocorreu por volta das 16h. No andar, também estão localizados os plenarinhos 2, 3 e 4 e o plenário, além de salas de alguns setores administrativos e de algumas comissões.

Por volta das 18h, de acordo com a assessoria da Assembleia, o problema já havia sido resolvido, e o acesso ao andar, liberado.

[Fonte: G1]