Olhos eletrônicos já estão a postos

Assim que a Procergs (Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul) der o aval, o comandante geral da Brigada Militar e o prefeito de Montenegro poderão assinar o convênio entre as entidades para que os policiais possam operar o sistema de videomonitoramento já instalado na cidade. A área técnica da corporação já avalizou o projeto encaminhado. No 5º BPM a estrutura já está pronta, aguardando o início efetivo de operação.

Segundo o major Oberdan do Amaral Silva, subcomandante do batalhão, as sete câmeras atualmente instaladas serão trocadas em breve, por outras mais modernas. “Mas estas já nos dão boas imagens, que podem nos ajudar no combate ao crime”, aponta. Com a experiência de ter participado da implantação de sistemas semelhantes em Feliz e Bom Princípio, Oberdan ressalta que o videomonitoramento aumenta muito a sensação de segurança da população. “Um servidor cuida das câmeras, e qualquer situação suspeita aciona a guarnição que está nas ruas para verificar”, explica.

Outro componente importante no sistema, de acordo com o major, é a possibilidade de uso das imagens para multar infratores do trânsito. “Temos a imagem, com hora e local definidos, o que consolida a prova”, salienta. As câmeras estão programadas para determinados movimentos seqüenciais, mas os operadores podem assumir o comando, usando um ‘joystick’ a qualquer momento. “Sempre que ele perceber algo suspeito, assume o comando da câmera, e pode direcionar e aproximar a imagem, e assim terá todas as informações para passar ao patrulhamento”, reforça Oberdan.

[Fonte: Fato Novo]